Alma Cigana

Alma Cigana

     Valdemar Augusto Angerami

      Para  Paulinha,

      a minha ciganinha flamenca…

O perfume exalado jamais volta ao frasco…

A flecha uma vez lançada perde relação com o arco…

A rosa despetalada não tem vínculo com a rameira…

A vida não, tudo que vivemos é o que sentimos

em enossa evolução de vida e alma…

Serra da Cantareira, numa manhã azul de primavera…